Culto todos os domingos às 19:30h.
Rua Vital, Nr 316, Quinta dos Vinhedos, Bragança Paulista, SP
onaufrago

#palavrasnocaminho – O náufrago

O NÁUFRAGO

Em alguns momentos de nossa vida nos sentimos da seguinte forma:- o tempo passa e parece que nada acontece. Pensamentos negativos nos afastam de Deus. Mente e coração estão distantes. O racional se afasta do espiritual. Ficamos cansados de tantas tentativas frustradas que não deram certo.

Sem respostas e quase a desesperar nos sentimos como um náufrago no oceano da vida.

Em 2000, o cinema produziu um filme chamado “Náufrago“:- o dedicado funcionário executivo da FedEx, Chuck Noland, viaja a trabalho para a Malásia quando o avião da empresa cai sobre o Oceano Pacífico durante uma tempestade. Chuck, foi o único sobrevivente do acidente e vai parar em uma ilha deserta. Quando suas tentativas de socorro se esgotam, Chuck aprende a sobreviver na ilha. Chuck desenha uma face, em uma bola de futebol da marca Wilson e conversa com ela, como um amigo.

Muitas vezes, nos sentimos como Chuck Noland no filme Náufrago, não tendo ninguém com quem conversar.

onaufrago

Precisamos buscar ajuda, o Salmo 37:5, nos ensina:-  “entregue o seu caminho ao Senhor; confie nele, e ele agirá”

Percebemos, no salmo 37 que Deus nos socorre em tempos de dificuldades.

Vejamos o versículo 19: “Em tempos de adversidade não ficarão decepcionados; em dias de fome desfrutarão fartura.”

O salmista nos ensina que Deus cuida dos justos, das pessoas que entregam seus problemas para Ele cuidar.

As promessas de Deus são animadoras, claras e precisas para quem é justo e leva uma vida íntegra diante de Deus:- em tempos de adversidade não ficarão decepcionados.

As misericórdias de Deus nos sustém em meio a qualquer crise que estivermos vivenciando.

Reflita: Se você está se sentindo sozinho, como um náufrago no meio do oceano, então entregue sua vida e seus problemas para Deus cuidar. ORE, CONVERSE COM DEUS!

Pr. Luiz Francisco Contri

Um comentário

  1. Obrigado pela reflexão Pr. Luiz, penso que muitas vezes não devo incomodar a Deus com meus problemas, por achar que eles são muito pequenos para recorrer a Ele, mas o próprio Jesus nos ensina a buscar o Pai e conversar com ele, ainda que Ele seja onisciente, Ele quer que nós criemos este vínculo, esta intimidade e diálogo com Ele, como a criança que busca ao pai. Amém.

Adicionar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *