Culto todos os domingos às 19:30h.
Rua Vital, Nr 316, Quinta dos Vinhedos, Bragança Paulista, SP
post-11-05-1

#palavrasnocaminho – O momento

O MOMENTO

“Depois de ter bradado novamente em alta voz, Jesus entregou o espírito.
Naquele momento, o véu do santuário rasgou-se em duas partes, de alto a baixo. A terra tremeu, e as rochas se partiram. Os sepulcros se abriram, e os corpos de muitos santos que tinham morrido foram ressuscitados. E, saindo dos sepulcros, depois da ressurreição de Jesus, entraram na cidade santa e apareceram a muitos. Quando o centurião e os que com ele vigiavam Jesus viram o terremoto e tudo o que havia acontecido, ficaram aterrorizados e exclamaram: “Verdadeiramente este era o Filho de Deus! “
Mateus 27:50-54

O evangelho de Lucas menciona o último momento de vida de Cristo: “Jesus bradou em alta voz: “Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito”. Tendo dito isso, expirou.” Lucas 23:46

O evangelho de João registra: “Tendo-o provado, Jesus disse: “Está consumado! ” Com isso, curvou a cabeça e entregou o espírito.” João 19:30

Está consumado. Jesus Cristo cumpriu sua missão! 

free-jesus

Jesus, Filho de Deus, Emanuel (Deus conosco) sabia exatamente o que estava por acontecer. Jesus foi entregue aos seus malfeitores, a partir da traição de um de seus apóstolos, Judas Iscariotes, dando como sinal, aquilo que Jesus mais incentivou, o amor entre irmãos; mas Judas, falsamente o beijou, e assim, começaram todos os eventos previstos profeticamente no Antigo Testamento, e que se cumpririam no momento derradeiro da crucificação, quando Jesus, nosso Salvador, bradou em alta voz, e entregou seu espírito, consumando o plano de salvação de Deus em nosso favor. Naquele momento, a Bíblia descreve que houve um grande terremoto na terra, o véu do santuário rasgou-se de alto a baixo, as rochas se partiram.

A maldição da cruz não poderia acabar com a vida de nosso Salvador e Senhor Jesus Cristo. As trevas não poderiam derrotar Jesus Cristo, Satanás não poderia derrotar Jesus Cristo. A morte não poderia derrotar Jesus Cristo. Aquele que era a vida, que estava com Deus no princípio da criação do universo, que se fez homem, sem experimentar o pecado nesta existência, havia cumprido a missão dada por Deus Pai, em resgatar a humanidade perdida.

Na cruz, a morte havia sido vencida! O “EU SOU” consumou de forma precisa tudo o que estava estabelecido por Deus Pai, para poder unir o que é passageiro, o que é finito, àquele que é infinito, Eterno.

O “EU SOU” a ressurreição e a vida! O “EU SOU” a luz do mundo”! O “EU SOU” o bom pastor, deu sua preciosa vida, derramou seu precioso sangue, entregou sua vida, em favor de seus escolhidos, em favor das suas ovelhas (que ouvem a sua voz e o seguem), morreu pela minha vida, morreu por sua vida!

O “EU SOU” se fez homem, morreu por você, se tornando “O EU SOU O SEU SALVADOR!”

post-11-05-1

Jesus havia consumado sua missão, dada por Deus Pai, em favor do ser humano. Desta forma, a humanidade têm a possibilidade concreta, real de também um dia vencer o pecado, vencer as tentações, seguindo os passos de Jesus Cristo, se conectando com o Criador do Universo. O ser humano, enquanto estiver vivo, crendo em Jesus, estará salvo, e terá a certeza da vitória sobre a morte (da mesma forma que Jesus venceu a morte).

O que parecia o fim, aos olhos daqueles pecadores que o crucificaram, seria a possibilidade de vida para milhões de seres humanos (que creriam em Jesus, e no seu sacrifício), pois Cristo estava cumprindo rigorosamente o protocolo Divino, para a história da salvação da humanidade, e ao terceiro dia, algo grandioso iria acontecer e surpreender a todos que o mataram.

É tempo de olharmos para nosso interior…

 Analisando todo o sacrifício substitutivo de Jesus Cristo, realizado na Cruz do Calvário, se tornando ovelha muda em nosso favor, refletirmos sobre nossa existência, sobre nossa vida, aquilo que temos feito com a bênção de podermos acordar, e viver cada momento pessoal nosso. Poderemos refletir sobre nossas motivações, nosso estilo de vida, nossos sonhos e projetos; e nesta análise percebermos que não estamos aqui por acaso, mas Deus tem um propósito de vida para cada um de nós.

adobestock_143932208_1920x800-1024x683

O momento da cruz, foi o momento de Jesus cumprir a sua missão de amor por nós. O nosso momento é hoje, hoje é o dia da salvação, hoje é o dia de podermos olhar para aquela horrenda cruz vazia, para o túmulo vazio, e sabermos que Jesus está no trono preparado por Deus, esperando o momento para voltar. Podermos refletir sobre tudo o que Jesus suportou de graça, pensando em nós.

Na antiga aliança, na aliança feita por Deus, com o povo de Israel, havia necessidade da morte de uma ovelha (sem mancha) para morrer no lugar de alguém. Alguém que houvesse desobedecido à lei de Deus, receberia perdão de pecados, a partir da morte de um animal.

Na atual, nova, e última aliança, feita por Cristo, o Messias prometido por Deus para Israel, e para todos os que crerem em seu nome, derramou seu precioso sangue, como ovelha muda, e perfeita sem mácula, sem pecado, para purificação de nossos pecados, para possibilitar que através Dele, possamos receber perdão de pecados e encontrarmos comunhão e conexão com Deus (termos acesso a Deus Pai, sem intermediários humanos que nasceram nesta terra, mas termos acesso, única e exclusivamente, por intermédio de Jesus Cristo, que venceu à morte, ressuscitou e vivo está nos céus!).

Cristo te chama pela Cruz, Deus está te chamando para uma nova realidade de vida, um renascimento de vida, uma vida que possa ser regenerada, transformada por Ele, uma transformação que venha do Espírito Santo de Deus, agindo em seu coração, uma transformação que venha do alto!

Cristo te chama para um novo nascimento, uma nova vida!

men-raise-hands-to-worship-god

Cristo deseja reescrever sua história, permitindo que você o siga, prossiga em seus sonhos e projetos, considerando-o em seus caminhos.

Esta é a vida que Deus te oferece neste tempo presente.

Um dia partiremos deste mundo, com Deus (se seguirmos a Jesus Cristo), ou sem Deus (se negarmos a Jesus Cristo).

Dois estilos de vida, dois caminhos, os que seguiram a Cristo, e os que seguiram ao curso deste mundo, vivendo suas vidas como se Deus não existisse.

deus-x-mundo

Para aqueles que viveram suas vidas longe da Presença de Deus, para aqueles que seguiram o estilo de vida deste mundo presente (como se Deus não existisse), a morte é terrível, é o fim de tudo, é o desespero, é sentimento de culpa, é sentimento de tristeza e medo, é a certeza da derrota, da destruição do seu corpo na sepultura, da separação eterna com Deus, da expectativa do juízo, da expectativa da ira de Deus sobre o estilo de vida que viveram, das penas eternas do Criador sobre suas vidas. Para estes, a morte significa o fim da linha, o ponto final nesta vida, o término da existência terrena, acabou tudo!

pecadogeramorte

Para os que seguiram a Cristo, que creram em seu sacrifício substitutivo, que durante sua existência, mantiveram comunhão com Deus, no momento final de suas vidas, a morte não representará o fim da jornada, o final de tudo, terão a certeza da vitória, terão paz em seus corações, pois se encontrarão com Deus, se encontrarão com seu Salvador nos céus! Para estes, a morte significa a passagem para a vida eterna com Deus, para a continuidade da vida na presença de Deus, desfrutando daquilo que Deus preparou para aqueles que nesta existência, sinceramente, seguiram a Cristo, entregaram suas vidas para Deus.

animation11

Reflita: Jesus morreu! Está consumado! Jesus ressuscitou! Jesus ascendeu aos céus! Jesus está esperando o momento determinado por Deus para voltar! Como poderei negligenciar tão grande salvação? Hoje, é tempo de renascer para Cristo! Seja feliz com Jesus Cristo em sua vida! Experimente sua paz! Experimente seu amor! Feliz Páscoa!

Pr. Luiz Francisco Contri

Um comentário

Adicionar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *